sexta-feira, 16 de maio de 2014

Amor rima com saudade

Sei o quanto dói não me teres aí, ao teu lado, para te acalmar quando o ar teima em faltar, quando tentas gritar e a garganta seca, quando desejas amar e tudo o que tens são os teus braços e um enorme vazio. Estou deste lado, longe de tudo e todos e também o sinto. Sei o que é pisar todos os dias um chão que não é o nosso e viver uma vida que não é a que queremos. Um dia, tudo fará sentido e a proximidade mudará a visão da lembrança. Agora, recordar é sofrer mas não sei fazer nada mais que recordar-te. Se achas que aguentaremos a saudade, a distância e a paixão que nos consome todos os dias, que nos enfraquece cada vez mais? Acredito que sim, acredito que iremos ultrapassar maus olhados, tentações, intrigas e crises existenciais. Sei que somos sonhadores o suficiente para dar as mãos por uma causa, e não interessa a que distância elas estão. As nossas mãos foram feitas para se tocarem, para encaixarem e simbolizarem o amor. Se tenho a certeza que o conseguiremos? Não, meu bem, não tenho. Todas as noites me deito com o coração nas mãos, com todos os medos que um homem pode ter e todas as inseguranças que a cabeça pode inventar. Mas todas as manhãs, ao ouvir a tua voz, tu estendes a tua mão e tocas-me no peito, o meu coração aquece e eu sei que o dia nasce para mim e para ti. Sei que cada dia que passa é mais um em dor e menos um no calendário. O dia de estar perto está a caminho e levanta-me todos os dias da cama. A cama... isto não é cama, não pode ser considerado como tal. Cama é o sítio onde nos deitamos e fazemos amor, onde dormimos embrulhados nos nossos laços, que construímos a ferro e fogo, contra tudo e contra todos. Só descanso quando te tiver nos braços, só serei feliz quando viver contigo no meu olhar. Um dia vamos contar esta história, mas todos os dias peço para não ser apenas uma bonita história de amor. Quero torná-la a história da minha vida, quero uma vida contigo. 
Estou longe, amor, mas só te peço isto: quando acordares lembra-te de mim e, por favor, nunca mais te esqueças. Amor rima com saudade, mas nunca com desistir.

Sem comentários:

Enviar um comentário